English - Español - Française

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Menina feia, queres mais?


Menina feia, não enche o meu saco
Menina feia, larga do meu pé
Você é nojenta, peida e arrota
E o pior de tudo: fede chulé

Eu gosto de menina bonita
Aranha que me prende na teia
Menina bonita é que me faz bem
Não você, oh, menina feia

Com aquela menina bonita
sempre quando vamos à praia
Ao redor dela se enche
de urubu da pior laia

Morro de ciúmes, confesso
quando os homens olham pra ela
Mas me dá certo orgulho
de não estar com uma banguela

Menina feia, não chore
Só estou sendo sincero
Se eu for à praia com você
Prefiro nadar com o tubarão-martelo

Menina feia, te dou uma chance
de ir comigo passear
Mas se risada derem de mim
Te digo logo para ir pastar

Menina feia, que surpresa
até que é menina agradável
Penso até que já está na hora
de aposentar minha boneca inflável

Menina feia, o que é isso?
quer me beijar pra valer?
Espere o apagar das luzes
para que niguém nos possa ver

Menina feia, beijas bem
disso nao posso reclamar
E também tens ideias boas
"Vamos fazer amor em pleno luar!"

Menina feia, por onde estivera
que nunca pude te encontrar?
Fez de tudo nessa areia
E agora quase morro sem ar

Menina feia, queres de novo?
Menina feia, queres mais?
Então só me resta fechar os olhos
e imaginar a Aline Moraes.

Um comentário:

RUI MOREL CARNEIRO disse...

Cordelista?
Você ainda chega lá.
Que dó das feias!
Mas não nos esqueçamos da beleza interior, eheh.