English - Español - Française

sexta-feira, 31 de julho de 2009

A América não é mais a mesma...

É fato que o cancioneiro brasileiro sempre foi rico em músicas cujo tema era alguma crítica contra os Estados Unidos e sua influência sobre o Brasil.

Músicas como "Brasil Pandeiro", dos Novos Baianos, e "O Patrão Mandou", de Paulinho Soares, destrinchavam o poderio estadunidense e virava o jogo fazendo com que o nosso orgulho verde-amarelo não ficasse tão ferido assim.


É louvável a atitude de um compositor que se atreve a fazer esse tipo de música, que, historicamente, tem motivos para existir, pois realmente os Estados Unidos exercem(ram) forte influência sobre nós.

Mas parece-me que agora a coisa mudou de situação.

Dias atrás, o presidente Obama afirmou que Lula é o cara, que ele é o político mais popular da Terra, que ele adora esse cara e que Lula é um sujeito estiloso. Lula finalizou dizendo que é chique emprestar dinheiro pro FMI.


Será que o Tio Sam está querendo conhecer a nossa batucada?

Como será daqui pra frente?

Será que seremos brindados com um rap do Black Eyed Peas falando sobre isso?

Ou talvez um foxtrot sobre como o poderio econômico estadunidense não seja tão econômico assim?

Quem sabe um jazz, direto de Nova Orleans, falando da influência que a brazilian shave exerce sobre as norte-americanas?

É... vai saber. Só sei que depois que um operário virou presidente do Brasil, um indígena virou presidente da Bolívia, uma mulher da Argentina e outra do Chile, um socialista no Uruguai, outro na Venezuela e, por fim, um padre no Paraguai, a América não é mais a mesma.


Um comentário:

Guara disse...

Não é mesmo. Haja vista a situação gerada pela crise imobiliária. Uma prova de que o Capitalismo pode e deve ser questionado.
Parabéns pela originalidade do Blog.
Cheguei até aqui através do "Aprendendo por aí" do prezado Rui Morel, que admiro desde os tempos do BB e gentilmente me enviou um exemplar do "Momentos", que to curtindo muito ler.
Se me permite, gostaria de convidá-lo a conhecer o Blog do Guara.
Um abraço.