English - Español - Française

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Um hospital, mulheres e comidas esdrúxulas

Por conta de uma dor de garganta horripilante e uma tosse seca eterna, que já estava durando três meses, decidi que já era hora de visitar o hospital.

Resolvi ir ao Hospital Municipal por três motivos:

1. A dor já estava incomodando muito;

2. Jornalistas acham interessante visitar órgãos públicos, a fim de ver como andam as coisas;

3. Jornalistas não ganham o suficiente para pagar uma consulta particular.

Ao chegar no recinto, fui muito bem recebido. Nisso, não tive do que reclamar. Todos muito atenciosos. Tá certo que, desde a minha chegada até a minha saída, o relógio marcou duas horas, mas não é disso que quero falar...

Enquanto aguardava na fila, presenciei a conversa de duas grávidas com uma que acabara de dar à luz. Segue aqui o extraordinário relato desse triálogo que, se eu não tivesse presenciado, não dormiria bem essa noite:

- Durante a minha gravidez eu não tive desejo de nada, não...
- Pois olha, hoje mesmo eu tava com vontade de comer brigadeiro com maçã.
- Brigadeiro?
- É!
- Com maçã?
- Arrã!
- Nossa, e uma amiga minha que teve vontade de comer um pedaço de tijolo...
- Sério?
- É!
- E ontem eu vi na tevê que uma mulher teve que comer cupim, porque tava com desejo.
- Minha mãe comeu sabonete quando tava grávida de mim...

Na hora eu fiquei imaginando o marido tendo que ir correr atrás de coisas esdrúxulas para dar de comer às suas esposas...

Ai ai ai, essas mulheres...

O tijolo de 6 furos é tipo pizza de 4 queijos: uma delícia!

3 comentários:

Tatiana disse...

hauahauahauahauhaua

pára vc de me copiar!!! sério!

fiquei muito indignada agora. esses dias estava esperando para uma consulta no sus e fiquei de papo com a bisavó, a avó e a mãe de um bebê de 7 meses. ia descrever a conversa e todos os personagens estranhos q apareceram enquanto eu aguardava por uma hora e meia.

tsc tsc. perdi a vez. :(

tatilazz.zip.net

Octávio Rossi disse...

Cara, o que será que sua mãe ficou com vontade de comer quando você estava mergulhado na placenta dela?

Michele Matos disse...

Huahuahuahuahuahuaha
não acredito nessas frescuras, não acreditarei até passar por isso...
=)