English - Español - Française

sábado, 14 de junho de 2008

O dilema

Não estava mais gostando do que estava acontecendo. O deixava nervoso os rumos que estava tomando.
Afinal de contas, a medicina era uma arte.

O dr. Francisco d'Assunção havia ficado muito desanimado com o que vira na palestra no colégio. Alunos fazendo mil perguntas sobre o ramo da cirurgia plástica.
"Quanto ganha?"
"Dá pra ficar rico assim?"

Não era isso que queria. Quando se formou em medicina, há uns sete anos, estava convicto de que iria fazer o que realmente deveria fazer: salvar vidas.
O que o indignava, era a quantidade de pessoas que entravam na faculdade já pensando em virar cirurgião plástico.

A maioria dos seus colegas de classe eram cirurgiões desse tipo. Viviam a vida desentortando narizes de dondocas.
O ramo médico de Francisco era outro. Mas confesso que, durante a faculdade, chegou a sonhar com a arte da cirurgia plástica. Ganhar muito dinheiro. Só ter paciente rico. Levar uma vida de nababo em sua própria ilha em Angra dos Reis.
Ficou com esse dilema até o fim da faculdade. E, hoje, sente orgulho de nunca ter se desviado do seu caráter.
Nunca se vendeu! Ah, esse é o Francisco!

Certa feita em seu consultório, ao assistir uma transmissão ao vivo da cirurgia plástica para a correção da testa da socialite carioca Carlita di Madrecita, o doutor Francisco teve um surto psicótico.
Decidiu que o problema das mulheres que optam pela cirurgia plástica era a falta de sexo. E decidiu indicar sexo a todas as suas pacientes.

"Doutor, tenho muita dor, o que eu faço?" "Faça sexo"
"Doutor, estou com dores crônicas. Eu queria saber..." "A solução é sexo"
"Doutor..." "Bastante sexo"
"Dou..." "Sexo! Sexo! Sexo!"

Francisco chegou a fazer uma promessa de nunca mais parar de indicar sexo às suas pacientes, seja lá o problema que fosse. E sentia que isso era bom. Indicando sexo, sua vida estava voltando a fazer sentido.

Decidiu que nunca mais teria de enfrentar um dilema em sua vida, pois a promessa estava feita. "O dia em que eu quebrar a minha promessa, serei o homem mais desgraçado do mundo!"

Nesse instante, entrou no consultório a sua filha.

Nenhum comentário: