English - Español - Française

sábado, 24 de maio de 2008

O post do poste

Na segunda-feira desta semana, dia 19, dois carros se chocaram na esquina de casa.
Um dos carros, com a batida, rodopiou várias vezes, os quatro pneus estouraram e ele acabou derrubando um poste.

O poste ficou desse jeito:

Tadinho... tão jovem

Mas até aí, tudo bem... Afinal de contas, quem é que nunca bateu o carro num poste?
Bem, eu é que não...

Então, a garota que dirigia um dos carros batidos, saiu desesperada, tirou um celular do bolso e começou a falar:
- Faz um negócio pra mim! Vai lá em casa e pega a minha carteira de motorista? Traz ela logo!

O quê? A pobre mocinha indefesa, que estava indo para a faculdade, estava sem habilitação? Como assim?

Mas até aí, tudo bem... Afinal de contas, quem é que nunca dirigiu o carro sem habilitação?
Bem, eu é que não...

Então, a polícia apareceu, fez o tal do B.O. e foi embora.
Os moradores ficaram se olhando e perguntando mentalmente: "E o poste?"
E eu complementei o pensamento deles: "O que será desse pobre ser indefeso?"

Meu pai ligou pra Copel e pediu alguma providência, pois o poste poderia cair na cabeça de um simples transeunte.
O tiozinho da Copel veio com sua viatura poderosa, olhou para o poste e disse calmamente:
- Não podemos fazer nada. Pois ele é particular!

O quê? Como assim, minha gente? Um poste particular?

Deve ser que alguém estava passando por aqui com um poste embaixo do braço e pensou: "Bem, aqui é um ótimo lugar para eu deixar o meu poste particular", e o afixou no buraco.

Só sei que até hoje, sábado, dia 24, ninguém veio fazer algo. O poste está lá, agonizando, o pobre coitado...

A nós não interessa se a responsabilidade é da Copel, da prefeitura, do Corpo de Bombeiros ou do Bob Esponja. O que queremos é que alguém venha e coloque outro poste bonito no lugar. Porque, depois que o poste cair no meu pé, em cima da minha unha encravada, não me responsabilizo pelos meus atos.

Sou sustentado apenas por uma árvore

2 comentários:

rics disse...

O Rigon me convidou ao MEME e agora eu convido você. Dê um pulo no post abaixo e participe da brincadeira.

http://pensarics.blogspot.com/2008/05/meme-pgina-161-do-livro.html

Grande abraço!

Wilame Prado disse...

Como pude achar seu blog só agora, caro Finito Carneiro?
Muito obrigado por ter visitado o meu blog A Poltrona!
Seu humor é ímpar e agradável de se ler.
Parabéns pelo blog.
Virei mais vezes.
Um abraço!