English - Español - Française

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Tapa na cara

Roberta era apaixonada por Jeferson.
Todas as noites ficava imaginando os dois juntos, de mãos dadas, como dois namoradinhos.
Mas ele nunca dava atenção à ela. Sequer sabia que a moça existia.
Era assim desde que eram crianças, vizinhos de muro. Ela ficara encantada com aquele molequinho de boné virado para trás, todo serelepe, mas ele nem dava bola. Só queria saber de brincar com os outros garotos.


A adolescência chegou, seu corpo começou a ficar diferente.
Ela passou a usar blusinhas que realçavam seus pequenos seios. Mas nem assim Jeferson olhava.

Aos 19 anos, Roberta era um mulherão. Por onde passava, os homens ficavam de queixo caído. Na repartição onde trabalhava, seu colega de sala ficava louco ao vê-la usando aquele jeans apertado que se moldava perfeitamente ao seu quadril. Sempre de barriga à mostra, não queria nada com Adelmo.
Um forte aperto no coração a deixava de pernas bambas, sempre que pensava em Jeferson.
Roberta se lembrou de que o grande amor de sua vida adorava motos.

Então, num ato de desespero, como se fosse a última tentativa, resolveu comprar uma.
E chegou em casa pilotando sua nova aquisição. Jeferson estava no portão, e a viu chegar.
O moço a cumprimentou com a cabeça e ela quase bateu a moto no poste.
Foi quando Roberta desceu da moto para guardá-la na garagem, que ela o viu vindo em sua direção. Seu coração começou a bater mais forte. Enfim, ele a descobrira. Seu plano dera certo!
Roberta tirou seu capacete cor-de-rosa e colocou embaixo do braço. Passou a mão no cabelo e aguardou a chegada do homem amado.
Sim! Aquele a quem ela guardou sua virgindade estava vindo conversar com ela.

Jeferson chegou, disse o "oi" mais másculo que ela já ouvira em sua vida. Não bastando, deu um beijo em seu rosto. Roberta não sentia mais seu corpo nesse momento.
Ela respondeu o "oi" mais sensual que pôde.
Jeferson apontou para o capacete embaixo de seu braço e perguntou: "Onde você comprou esse capacete? Quero comprar um pra minha noiva".

Nenhum comentário: