English - Español - Française

terça-feira, 28 de agosto de 2007

Produção de vagabundo

Bem, ando meio ocupado essa semana, fazendo uns frilas por aí. Tem que ganhar o pão nosso de cada dia, não é?
Seja como panfleteiro, seja como jornalista, a vida continua.
Então, pra não perder o costume, deixarei aqui duas trovinhas que inventei na época em que eu era vagabundo:


Não apresse a prece
Pois a prece não tem preço
Quem pôr preço na prece
Apressado deixará a prece.


A gente não é agente
Não há quem aguente
Um agente igual a gente.


Gostaram?
É, definitivamente, vagabundo não produz coisa boa... hehe.
Quando eu voltar a escrever coisas legais, conto tudinho aqui pra vocês, tá? Como se fosse no sofá da Hebe.
Gracinha!

Um comentário:

Jornais do Mundo disse...

Fala amigo Magrão...tu nem sabes, mas sou fã do seu blogger...Um grande abraço do seu amigo e parceiro da faculdade, Cleber França